não erre ao usar o marketing digital

Redes sociais para médicos: 6 erros que você precisa evitar

Existem restrições para o marketing médico? Sim, existem! Mas, o médico pode ter uma imagem pública, desde que respeite as normas do CFM.

Estar presente nas redes sociais tem sido um grande diferencial para muitos profissionais da área médica. Hoje, quem fica fora delas, perde ótimas oportunidades de compartilhar conhecimento, ajudar as pessoas e principalmente, fortalecer sua autoridade e de atrair pacientes para sua clínica.

Mas, veja bem! Tudo precisa estar bem estruturado para que você realmente possa colher os frutos certos.

Por isso, destacamos algumas armadilhas que você precisa evitar:

1 – Exposição de seus pacientes

As redes sociais estão cada vez mais dinâmicas, o dia a dia das pessoas é compartilhado nelas o tempo todo, principalmente nos stories. Que por ser mais informal nos dá a impressão de que tudo pode ser compartilhado. No entanto, o médico precisa ter muito cuidado ao expor nesses momentos a imagem e a identidade de seus pacientes. Essa violação é feita frequentemente, e isso é proibido pelo Conselho Federal de Medicina.

2 – Se aprofundar nas orientações médicas

Não é prudente dar diagnósticos ou orientar sobre medicamentos, por exemplo, pelas mídias sociais. Mesmo com a liberação de consultas online, existem ferramentas mais eficientes para esse tipo de consulta.

3 – Se autopromover por meio de um equipamento

Não se promova por ter o melhor, ou o mais moderno equipamento para algum tipo de tratamento. O médico deve ser reconhecido por sua autoridade e experiência.

4 – Cuidado com as métricas de vaidade

Muitos profissionais buscam a quantidade de seguidores, o que chamamos de métricas da vaidade, porém o que importa é a forma como esses seguidores interagem e engajam com seu conteúdo, mesmo que sejam poucos. Então, fuja de ferramentas e aplicativos ou estratégias de promoções que sugiram a “compra” de seguidores. Além de não atraírem as pessoas certas, você corre o risco de ter sua conta eliminada pelo Instagram. Sim, hoje ele condena esse tipo de ação.

 

5 – Deixar tudo na mão de terceiros

Contar com uma agência é com certeza uma excelente opção para quem não tem tempo. No entanto, nas redes sociais seus seguidores buscam é por sua interação, é muito fácil perceber quando há uma agencia por trás. Os conteúdos precisam ter seu toque, demostrar sua personalidade.

O ideal que seja um trabalho em conjunto. Melhores práticas, aliadas ao seu conhecimento e a sua identidade.

6 – Não ter planejamento

Ter um plano editorial bem desenhado vai proporcionar mais clareza, assertividade no assunto de interesse do seu público e maior produtividade. A ideia é compartilhar assuntos alinhados como o que a sua audiência precisa para resolver seus problemas e para realizar os seus desejos. Entregue soluções!

Resumindo: cada vez mais profissionais da área da saúde estão utilizando os canais digitais para conquistar novos pacientes. Utilizar de forma correta encurtará muitos caminhos.

Exige dedicação? Sim, mas os resultados sempre chegam para quem tem foco e atitude.

Precisa de ajuda? Temos várias formas que podem ajudar você neste momento. Desde consultorias individuais para elaboração de um plano de conteúdo direcionado e focado para a sua audiência, à serviço de produção de conteúdo, anúncios etc. Saiba mais, entre em contato.

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer entrar na discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *